quarta-feira, 11 de maio de 2016
-Pode pegar as crianças no colégio hoje? -perguntei na esperança de ouvir um sim, mas...
-Luíza, eu te falei que tenho reunião, hoje não vai dá, amanhã eu vou 
-Todo dia é amanhã pra você Emílio, vou sair tarde da faculdade, mas dou meu jeito
-Tá tá -respondeu ele mexendo em seus papéis, dei um beijinho nele, peguei minhas coisas e saí
-Ei... -olhei para trás- Eu te amo -ele disse mandando uma piscadela no ar, sorri e voltei dando outro beijinho nele 
 Tudo começou com uma banda de rock... Garota estranha, rebelde, sozinha, amigos?! Eram de se contar no dedo!!! Eu não lembrava de você no começo, eram poucas as pessoas que viviam ao meu redor que me faziam prestar atenção nelas, mas você, ah... Com você foi tudo diferente. 
-Eu toco numa banda -ele me olhou surpreso
-Sério?! 
-Claro -nós rimos- Se você quiser assistir um show vamos tocar esse final de semana em um clube perto lá de casa
-Nossa, irado, vou fazer de tudo pra ir -passei o endereço pra ele e logo cada um seguiu seu rumo
 Eu nunca esperei que aquele garoto que me acompanhava no percurso do colégio pra casa fosse em momento algum ir no meu show de verdade, o que é mais surpreendente não foi apenas a presença dele, foi sua reação... Durante o show, ele pulava, gritava e se divertia muito, eu me sentia envergonhada, não por ele, mas por mim, era estranho tocar na frente de uma pessoa que sei lá, trocava algumas palavras comigo de vez em quando, e também, eu nunca havia tocado na frente de nenhum conhecido a não ser o pessoal que fazia parte da banda. Ficou tarde, ele continuava lá...
-Você toca muito bem, cara, eu tô apaixonado -ele dizia orgulhoso, me deixando nervosa
-Obrigada -respondi tímida 
 Ainda naquela noite, Emílio não pode ir para casa por conta do horário, o que acabou por uma brilhante ideia do meu querido tio convidá-lo para dormir na minha casa, até aí tudo bem... Passamos horas conversando e na hora de dormir ao nos despedirmos ele me abraçou, fiquei congelada, eu gostava dele, gostava de conversar com ele, eu não queria estragar uma amizade por causa de outra coisa, eu tinha medo de acontecer algo e estragar tudo, mas aí que tá... Nós nos beijamos, e foi o MELHOR beijo da minha vida, eu me senti apaixonada, com vontade de ficar para sempre ali.
 Desde então, houveram tantas e tantas coisas... Nunca imaginei que fossemos viver o que já vivemos até hoje, que seríamos perfeitos um pro outro, que teríamos tantos momentos maravilhosos, que enfrentaríamos e lutaríamos por amor. Hoje nós somos 4: Emílio, Luíza, Maria e Arthur, somos uma família feliz, cheia de amor e com milhões de histórias para contar. 


OBS: Esse texto é baseado em uma história real, porém contém partes imaginárias; minha querida amiga/colega Luíza me inspirou e me deu total liberdade para escrevê-lo e publicar. Luíza obrigada por compartilhar histórias comigo, espero que goste do texto, foi escrito com muito carinho!!!


0 comentários:

Postar um comentário

Quem sou eu:

Quem sou eu:
Uma garota apaixonada pelas luzes, que busca por aí a realização de todos os seus sonhos. Amante da escrita e romântica incurável.

Seguidores:

Visualizações:

Blog parceiro: