segunda-feira, 19 de agosto de 2013
Eu não consigo organizar os meus pensamentos, e isso me deixa péssima. Aqui estou eu mais uma vez tentando desabafar tudo o que estou sentindo. Sei que não é a maneira mais correta de se fazer isso, mas não tenho ninguém para desabafar e isso estar me deixando louca. Todas sofremos de um problema drástico chamado "amor", e isso não é nem um pouco legal. Costumo ser irônica e falar legal, não sei se quem convive comigo percebeu, mas isso já é de mim, mas enfim, voltando ao amor, acho que estou novamente cometendo o mesmo erro, errando e errando novamente, isso não deve ser tão difícil, mas infelizmente é. E eu me sinto péssima com isso, me magoa, dói tanto, que dá vontade de explodir, quem já sofreu com isso sabe como é.

Então, como eu disse isso está me machucando muito, e o pior é que eu não consigo obter nenhuma resposta, e só quem poderia me dar essa ´´resposta´´ seria eu mesma, mas está tudo tão complicado, embaçado, escuro, que eu não consigo ver nada, exatamente, não consigo enxergar nada além de uma puta dor no peito, e continuo repetindo, isso não é legal. Você está distante, estamos separados, meu coração pula ao ouvir alguém falar o seu nome perto de mim, é como se algo tivesse que nos aproximar, e vai ficando cada vez mais difícil, e complicado, e doído. Não me importo com o que os outros falam ao nosso respeito, eu só quero te ter por perto novamente, e isso se torna tão clichê, eu preciso de você, é isso. Mas você precisa de mim? Você pensa em mim como eu penso em você? O que você sente ao meu respeito? Está tudo embaçado no seu coração também? Por favor, me responde, me atende, me dá um sinal, o que aconteceu? Você esqueceu de mim? Não quer mais me ver? Está dando um tempo? Eu não quero isso... eu quero você, assim, daquele jeito.

E nessa noite de sábado, triste e solitária eu te escrevo esse texto, pra dizer o quanto foi bom e o quanto eu sinto a sua falta, os seus braços em volta do meu corpo, a sua voz oscilante depois de um beijo longo, sinto falta principalmente de você. E como eu sinto... Eu estou olhando para minha outra metade, será que não dá pra entender? Ponha apenas a sua mão no vidro, estarei aqui tentando puxar você, você só tem de ser forte; você é, você é, o amor da minha vida... Não quero te assustar, mas é isso que eu estou sentindo. Não deveria estar sentindo nada disso, porque afinal sei que você não estar nem ai, eu também não ligo, mas é assim que está aqui dentro, é como a música Mirrors, só preciso que você atravesse o outro lado do espelho e venha aqui me fazer companhia.

Tudo passa, e esse sentimento que ainda está pequenininho aqui dentro também vai passar, afinal já passou das outras vezes não foi mesmo?!?! Eu consegui superar novamente, e de novo... Então dessa vez não vai ser diferente, serei forte, mas não gostaria que fosse assim, nós tínhamos tudo para dar certo, mas o destino não quis assim, agora você está longe e eu não vou mais te ver, nem falar com você, nem ver o seu sorriso encantador, e será assim, quando vou te ver de novo? Se puder me ligar, pra dizer que está com saudades, nem que seja mentira seria uma boa pro meu coração.



Postagem feita por: 


0 comentários:

Postar um comentário

Quem sou eu:

Quem sou eu:
Uma garota apaixonada pelas luzes, que busca por aí a realização de todos os seus sonhos. Amante da escrita e romântica incurável.

Seguidores:

Visualizações:

Blog parceiro: