domingo, 30 de junho de 2013
Responda rápido: quando foi a última vez que você se sentiu linda? Não bonita, LINDA! Hoje? Semana passada? Um ano atrás? Nunca? Eu estive pensando nisso recentemente e tenho uma notícia boa e uma notícia ruim pra você.

A ruim é que por mais que você faça plástica, emagreça ou engorde, pinte ou alise o cabelo, bote silicone, faça uma lipo, o que você quiser, NUNCA vai se sentir linda todos os dias.Nem mesmo a mulher mais linda do mundo (se algum dia descobrirem quem é) se sentiria linda todo dia. Sempre tem um dia de bode, aquele em que tudo parece errado. Dá vontade de comprar roupas novas, tentar um novo corte de cabelo ou até novas amizades.

A notícia boa é que justamente por esse motivo você pode acreditar que é, sim, linda! Já que não é preciso se sentir linda todos os dias, vamos tomar como base que este é o normal: ser linda.

“Ai Lully, quanta ingenuidade! A gente sabe se é bonita ou feia pelo que os outros falam, e não pelo que sentimos!” — E eu respondo: você está cega. Já vi história de gente que sofreu bullying e acreditou a vida inteira em uma mentira: que estava gorda, que era feia, que era burra. Quando você começa a acreditar no que te falam, você para de ouvir a si mesma e começa a viver nessa (des)ilusão.

Sempre que eu posto uma foto minha no Instagram, tem vários comentários me elogiando, dizendo que sou linda, que meu cabelo é maravilhoso, etc etc etc. É claro que eu gostei da foto, senão não teria postado (e gosto dos comentários). Mas pelo simples fato de me ver todos os dias no espelho (inclusive com remela no olho, cabelo oleoso, ocasionais espinhas), não acho que eu seja essa perfeição toda que os outros enxergam. E ao mesmo tempo eu caio na armadilha de achar que existem outras mulheres lindas, sensacionais e que, na minha cabeça, não acordam com remela no olho, cabelo oleoso ou ocasionais espinhas.

A gente não se acha linda simplesmente porque vê os próprios momentos ~desproduzidos~, sem maquiagem, com aquele moletom velho que você só usa em casa, com o esmalte lascado. E por ver nossos “defeitos”, não achamos que possuímos essa beleza intangível da Beyonce, da Angelina Jolie, da Emma Stone, e tantas outras divas. Saia dessa nóia, elas também têm um moletom velho, também têm um dia de se achar feia, de querer mudar tudo.

O que fazer nesse dia? Arrume alguns filmes pra ver, fique em casa sofrendo ou rindo com essas histórias e no dia seguinte, sacode a poeira e a vida segue! Se sua vontade de mudar continuar, aí pode ser que seja uma mudança positiva. E não seja tão rigorosa consigo mesma. Pode ser que faça alguns meses, algumas semanas que você não se sente UAU LINDA!, mas isso não significa que você não seja linda todos os dias. Inclusive com essa desprodução aí, enquanto lê o blog de madrugada. Que charme! ;)

Postagem feita por:  

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre mim:

Sobre mim:
Escrevo para afogar as mágoas ou tentar esquecê-las, ou para registrar-las e sofrer sempre que ler-las, deixo você escolher...
Tenho 19 anos e ainda não vivi nada, acho que sei de tudo, boba, ninguém nunca vai saber. Quer me conhecer? Basta ler um pouco de cada texto, boa sorte.

Seguidores:

Visualizações: